O QUE É

CrossFit

É um programa de treinamento físico focado no desenvolvimento das capacidades físicas e promoção da saúde. Independente de idade ou aptidão física, o objetivo do CrossFit é de criar um modelo abrangente, generalizado e inclusivo de se exercitar. Fazemos isso de uma maneira eficiente, segura e divertida!

Levantamento de peso – LPO

Ginástica

Condicionamento metabólico - Cardio

CrossFit

É PARA MIM?

Sem dúvidas! Suas necessidades e as necessidades dos atletas olímpicos diferem apenas em grau, não em espécie. O aumento de potência, velocidade, força, resistência cardiorrespiratória, flexibilidade, resistência muscular, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão é tão importante para os melhores atletas do mundo como para os nossos avós.

O interessante no CrossFit é que o treino é o mesmo para todos os atletas. A diferença está na intensidade que será regulada segundo o nível de condicionamento físico do indivíduo, ajustando o volume (repetições), intensidade (carga) e exercícios para cada aluno, permitindo uma maior inclusão e segurança de todos os praticantes. CrossFit é para todos! A modalidade consegue reunir todos os públicos, como adultos, idosos, crianças e pessoas com necessidades especiais. Tudo isso orientado pelo nosso qualificado quadro técnico de professores de Educação Física certificados pela CrossFit INC.

O CrossFit é também um estilo de vida, desenvolvendo práticas saudáveis, além da interação e relacionamento entre os praticantes, o que é conhecido como comunidade. Em nosso Box chamamos de Família CFF.

CrossFit FLORIPA

Quem Somos

A CrossFit Floripa é pioneira em Santa Catarina e no Sul do Brasil ao trazer em 2012 a nova modalidade. O educador físico e proprietário Jonas Spricigo – aplica na CFF a qualidade e excelência internacional que acumulou durante anos ministrando aulas de CrossFit em diversos países, principalmente na Nova Zelândia e Austrália.

Missão – Mudar vidas através da melhoria da saúde física e mental, proporcionando mais qualidade de vida.

Visão – Se tornar um centro de referência no Brasil em educação e treinamento físico, colaborando com a construção da qualidade de vida, por meio da melhoria da saúde física e mental dos praticantes.

Valores – Saúde e qualidade de vida | Mudar vidas | Melhor hora do dia | Comunidade | Superação | Excelência e profissionalismo.

CrossFit Floripa

Estamos instalados no bairro Trindade, região Central de Florianópolis, conta com uma área de aproximadamente 750 m², infraestrutura completa, equipamentos profissionais, além de espaço Kids com cuidadora, vestiário, estacionamento e copa comunitária. Um espaço amplo e confortável, planejado para tornar a sua melhor hora do dia.

VER O BOX
IMG_1979

Planos / Mensalidades

3X POR SEMANA

SEMESTRAL

$276mês
  • 3 dias por semana

TRIMESTRAL

$300mês
  • 3 dias por semana

MENSAL

$320mês
  • 3 dias por semana

6X POR SEMANA

SEMESTRAL

$317mês
  • 6 dias por semana

TRIMESTRAL

$345mês
  • 6 dias por semana

MENSAL

$365mês
  • 6 dias por semana

Aula avulsa
R$ 50,00
Aula avulsa duas ou +
R$ 30,00

Personal Training
Entre em contato e consulte valores.

Cartão com oito aulas:
R$240 (R$30/aula) – Prazo de 60 dias para o uso.

  • “Nunca fui dada aos esportes, admito. Minha relação começou a mudar com a corrida, mas após uma lesão meu mundo pareceu acabar. Achava que nunca mais encontraria algo que me desse tanto prazer quanto correr. Mas aí, entre choros, veio minha primeira aula na CFF, que aconteceu a partir da mais sincera obrigação. Uma amiga colocou meu nome para uma aula experimental e eu, morta de vergonha, fui para cumprir compromisso. Minha timidez sempre foi obstáculo para iniciar coisas novas, em um lugar que eu teria contato com tantas pessoas: Socorro! Era medo de passar vergonha, medo de não saber nada, medo principalmente de interagir. Meus medos fizeram motim e aconteceram, obviamente. Ninguém sabe tudo, obviamente. Hora ou outra você vai cair na caixa, invariavelmente. Mas voltei. Viva e feliz. Jurava que ficaria um mês só, mês que ficou perdido duas vidas atrás. A corrida que me trouxe tanta felicidade e também tristeza, deu espaço para outro amor em mim. Aprendi a celebrar o tempo das coisas, aproveitar cada progresso que acontece dentro do box, respeitar cada passo e entender a importância deles. Mas principalmente, entender que o ser humano nasceu para troca, para o contato, para essa coisa maravilhosa de estar entre amigos. Todos os dias provo para mim mesma que Galeano estava mais que certo “Os cientistas dizem que somos feitos de átomos, mas um passarinho me diz que somos feitos de histórias” e quantas histórias desenhei na CFF. Tanta história-pessoa-sentimento que atravessou meus últimos dois anos. Para tudo e tanto, sou grata.”

    Vitoria Damo
  • “Eu nunca fui uma pessoa sedentária, mas sempre fui de “fases”, hora treinando direitinho e me alimentando bem, hora comendo mal e deixando alguns treinos de lado, até jogar tudo pro alto e passar meses sem treinar.
    Quando via as pessoas treinando CrossFit achava loucura, pensava que jamais iria correr na rua como aqueles doidos 😅😅.
    Até que no final de 2018 uma amiga me chamou pra uma aula experimental e eu fui, mais pela parceria do que pela minha vontade, ela treinou apenas 3 meses e eu permaneci.

    Não foi e não é fácil. Eu ainda faço muitos exercícios adaptados, mas o CrossFit, diferente do que muita gente pensa, não é só competição, mas também cooperação. Há mais ou menos 1 mês tivemos um wod com pistol, um exercício que até então eu SEMPRE fugia das aulas. Quando eu vi que tinha esse exercício e fui mesmo assim, e com o incentivo dos coaches treinei até o final, entendi que finalmente estou vivendo o CrossFit, porque é encarando as nossas maiores dificuldades que evoluímos.

    Eu sou remadora de canoagem havaiana, e senti muita melhora no meu desempenho remando, graças a força e a postura conquistadas com o CrossFit. Anotar os resultados e poder comparar as constantes evoluções também está sendo um baita incentivo, porque às vezes nem nos damos conta de quanto já progredimos.

    Como alguém que jurou que nunca faria CrossFit, acho que todos devem experimentar, porque se você não tentar, nunca saberá se é o esporte que poderá mudar a sua vida!
    O processo é mais importante do que a chegada, e contar com a equipe toda do CFF faz toda a diferença!”

    Jocelaine Reis
  • “Era início de 2017, quando resolvi colocar em prática a (velha) resolução de ano novo e me tornar uma pessoa mais saudável. Entre intermináveis idas e vindas no mundo do esporte, nem a academia, a dança, o Muay Thai, o vôlei, a corrida e tantos outros tinham ganhado o meu coração. Isso, somado a dietas malucas e falta de rotina, resultava em baixa autoestima e uma enorme frustração. Por recomendação de uma amiga, resolvi fazer uma aula experimental e conhecer o CrossFit Floripa que ela tanto me falava.

    Os exercícios desafiadores, a música alta, o espaço acolhedor, a variedade dos treinos, a sempre presente palavra de incentivo dos coaches e a superação constante fizeram com que a vergonha em começar algo completamente diferente desse espaço para uma nova paixão.

    Os meses foram passando, vieram os campeonatos, os amigos, as pessoas incríveis que o CFF me trouxe e um novo estilo de vida. Aos poucos o CFF, com seu ambiente acolhedor, me fez sentir como parte da família e se tornou a minha terapia diária, o alívio para a minha ansiedade e o vício que me fez estar de pé às 06:00, todos os dias, durante os ultimo anos.

    Meus sinceros agradecimentos, CrossFit Floripa, por me fazer uma pessoa melhor todos os dias, de corpo e mente.”

    Mackerley Bleixuvehl de Brito
  • “Há 8 meses atrás resolvi levar o CrossFit mais a sério! Meu corpo e minha mente já não estavam mais aguentando o alto nível de stress, ansiedade e o sobre peso! Comecei de forma tímida 2 a 3 x na semana! Com o auxílio dos Coaches os exercícios que pareciam ser insuperáveis começaram a evoluir, os wods que eram intermináveis ficam sempre com um gosto de poderia ter feito mais rápido! Resultado depois de 8 meses 7 Kg a menos, treinos de segunda à sábado, treinos extras de cardio 3x na semana e uma vontade inexplicável de continuar treinando e evoluindo!”

    Daniel Devensi
  • “Fazia algum tempo que eu não me dedicava a uma atividade física regular. Eu tinha “motivos” de sobra para não fazer; meu trabalho me ocupava, meus três filhos precisavam da minha atenção. Queria ficar um tempo com minha esposa… estava cansado… pandemia… não tinha tempo… Certo dia, fiquei bastante angustiado, incomodado com meu corpo, com a minha mente, com tudo que estava acontecendo. Não estava me sentindo bem. Era um certo estranhamento comigo mesmo. Pesquisei as opções e logo encontrei o perfil da CrossFit Floripa, no insta. Fiz contato e na mesma noite estava visitando o espaço, me senti bem com o acolhimento que recebi. Algumas coisas ocorreram comigo desde então. Eu não tinha noção de que antes, minha disposição para o dia-a-dia estava muito comprometida. Comecei a perceber que depois que iniciei os treinos, trabalhar ficou mais leve, estar com meus filhos ficou mais divertido, o tempo com minha esposa ficou mais proveitoso. Percebi que meu tempo passou a ficar organizado. Para a minha surpresa, quando comecei os treinos de CrossFit, notei uma grande “timidez” em mim, uma falta conhecimento daquilo que o meu corpo era capaz de fazer e percebi ainda a presença de sentimentos de medo, pouca autoconfiança e baixa autoestima. (Uau que susto! Não sabia que tudo isso me habitava. Estava numa certa zona de conforto que me “protegia” dessas “coisas” internas). À medida que fui realizando os treinos, fui me redescobrindo, melhorando minha autoestima, fortalecendo minha autoconfiança, desbloqueando meus medos… fui ficando menos tímido. Sou muito grato por tudo isso. Sei que é o princípio de algo ainda maior. Àqueles que estão pensando em iniciar o CrossFit, deixo aqui o meu sincero incentivo. Recomendo muito.”

    Vitor Paese
  • “Minha irmã foi a primeira pessoa que me falou do CrossFit. Ela estava praticando há alguns meses na CFF e vivia me convidando para fazer uma aula experimental. Mas eu tenho um problema na coluna (escoliose) e sempre respondia: eu, levantar aqueles pesos? Com a minha coluna? Até que, vendo a empolgação crescente da minha irmã e do meu marido, que também havia começado a praticar, e já cansada da velha rotina da academia, resolvi dar o braço a torcer e fazer uma aula experimental… E aí… foi um caminho sem volta! Na semana seguinte já estava fazendo as aulas de fundamentos, e em seguida comecei a praticar! Em pouco tempo de prática já observei mudanças no meu corpo… Em questão de definição, ganho de massa muscular e força… Coisas que nunca havia conseguido, mesmo após anos praticando musculação! O que mais gosto do CrossFit é que é um exercício completo, trabalha força, resistência, cardio, de uma maneira divertida e desafiadora ao mesmo tempo, sempre com treinos diferentes (um treino nunca é igual ao outro!), o que me incentiva a querer evoluir cada vez mais e superar meus próprios limites, sem cair na monotonia dos treinos repetitivos de academia. E a minha escoliose? Após 6 meses de prática de Crossfit, aliado a exercícios de fisioterapia, repeti o raio-x, e para minha surpresa, ela não só não havia piorado, como havia melhorado! Recentemente descobri que estou grávida, e logo já passou pela minha cabeça: será que vou ter que parar o CrossFit? Ao contrário, fazendo as adaptações necessárias, sempre com o olhar atento e cuidadoso dos Coachs, continuo praticando e me mantendo cada vez mais saudável! Recomendo o CrossFit para todos, em especial o box da CFF!”

    Gabriela Fezer
  • “Meu primeiro contato com o CrossFit foi em 2015, quando fui assistir um grande amigo que participava de um torneio promovido pela CFF. Achei muito intensa toda aquela vibração da torcida e o esforço dos atletas em provas diversificadas e que pareciam ser bastante desafiadoras. Mas apesar de achar tudo muito interessante, demorei um bom tempo para começar a praticar e foi através de uma aposta entre amigos, que envolvia praticar o CrossFit e completar uma prova de corrida de 10km, que acabei entrando na CFF no final de 2018. O início foi bem desafiador, pois não praticava atividade física regularmente desde 1999 e, além de ser sedentário, estava com sobrepeso e ainda estava me recuperando de uma lesão nos ligamentos do cotovelo. Hoje, quase dois anos depois, posso dizer que aceitar a aposta e entrar para o CrossFit foi uma das melhores decisões que fiz e aquilo que no início parecia ser um sacrifício, se tornou a melhor hora do dia! Treino todos os dias e tive uma melhora significativa na qualidade de vida. Melhorei muito meu condicionamento físico e de quebra acabei dando mais atenção aos hábitos alimentares, gerando um ciclo virtuoso. E isso tudo pode ser conquistado através um ambiente acolhedor, com profissionais capacitados e que nos dão a atenção necessária para obter esses resultados positivos, além, é claro, das amizades e do sentimento de comunidade que temos dentro do box. Se eu recomendo o esporte? Com certeza! Mas respeite seu corpo e acredite no processo, procure um Box com profissionais qualificados e você irá conquistar coisas boas também! Um grande abraço a todos e obrigado família CFF!”

    Marco Vivan
  • “Quero primeiro trazer a palavra superação para descrever o CrossFit em minha vida. A cada treino que faço uma sensação diferente, entre conquistas de movimentos, cargas, tempo, a cada treino um motivo diferente para me orgulhar de mim mesma. No ano 2018 decidi trazer esse esporte tão falado para a minha vida, porque entre idas e vindas de musculação, funcional, eu nunca havia me adaptado a nenhuma prática, até que decidi fazer a primeira aula experimental na CFF e desde então não parei mais. Confesso que no início tive medo, jurava que eu não era capaz e talvez até por desinformação acabei demorando para buscar o esporte. Hoje sou muito grata por todas as conquistas de saúde e físico, mas principalmente pelas boas amizades que fiz e venho fazendo no box. A união que a CFF pratica entre os atletas é indescritível!!!”

    Jessica Godinho
  • “Por alguns anos, entre indas e vindas, tinha praticado musculação, porém sempre acabava desistindo por falta de motivação, pouco resultado e cansado da “mesma coisa de sempre”. Passando um dia perto de casa em 2013 vi uma plaquinha da CrossFit Floripa, ainda na Associação dos Oficiais na Trindade. Eu nem sabia o que era CrossFit, fui pesquisar, me interessei e fui fazer uma aula experimental. Desde então nunca mais parei. Anos atrás por diversas vezes já tinha tido subluxação do ombro (quando “sai e volta” do lugar) e os exames mostravam que já tinha lesões nos dois ombros. O médico falou que existem duas alternativas: ou cirurgia, ou fisioterapia e fortalecimento dos ombros. No início era difícil levantar a barra vazia pra cima da cabeça sem sentir dor. Logo deu pra perceber que os coaches tinham muito conhecimento e tinham real interesse em que os alunos aprendessem a fazer os movimentos de forma correta, com direto a puxão de orelha. Também é fácil notar um espírito de comunidade, onde cada aluno motiva e ajuda o outro a melhorar. Com o passar do tempo todos os movimentos foram ficando mais “naturais”, os ombros pararam de incomodar e iam cada vez ficando mais fortes. Por meio do CrossiFt também conheci e aprendi sobre outras modalidades que o CrossFit “toma emprestado” alguns aspectos, como LPO, powerlifting, ginástica, strongman, coisas que nunca teria praticado em uma academia comum e que além de sair da mesmice te deixam muito mais forte. O resultado hoje é: muito mais saúde, ombros fortes sem dores, quase 10kg a mais na balança porém com menor percentual de gordura e muito conhecimento adquirido sobre saúde e exercício. Recomendo a todos experimentar a modalidade!”

    José Carlos Minuzzo
  • “Em 2014 tive meu primeiro contato com a CFF, entre idas e vindas devido a cirurgias, trabalho, viagens, falta de disciplina, muitas desculpas etc, voltei com tudo em fevereiro de 2018 com vontade de realmente mudar. Estava sedentária e acima do peso. Em Outubro do mesmo ano participei do programa de verão da CFF, Whole 30, já estava há 6 meses seguindo um planejamento com nutricionista aliado a prática do Crossfit, mas com o whole a chave virou definitivamente. A CFF foi essencial para o meu desempenho e mudança de vida, toda a equipe de Coaches e os amigos ali feitos foram e são um suporte indispensável, é uma parte importante do que sou hoje, me sinto acolhida, apoiada e reconhecida como um membro da família e, tenho sincera gratidão por todos os envolvidos que fazem parte do meu projeto de saúde, o qual tenho imenso orgulho. Vem você também ;)”

    Danyele Lima
  • “Quando eu decidi praticar o CrossFit a convite de um amigo querido @marcelobrick, não entendia muito bem o que viria pela frente, Já cansada de academias em que eu mais faltava do que comparecia, e na contramão de muitos objetivos eu buscava uma atividade física que tocasse muitooo mais o meu coração do que o meu corpo e essa conta nunca fechava! ⠀
    Desde a primeira aula na CrossFit Floripa eu já senti uma verdade tão grande no ambiente, no trato com as pessoas que me apaixonei de primeira pela energia contagiante do lugar.⠀
    Percebi que no Cross muitas vezes aquele que termina um WOD por último é o mais aplaudido, e isso me encantou!⠀
    Hoje praticando há quase três anos eu posso dizer que a minha intuição estava certa! Não é sobre ter um corpo assim ou assado, isso é pura consequência! ⠀
    O acolhimento, a superação, as amizades (fiz amigos pra vida!),e principalmente a força da comunidade e dos relacionamentos que você faz são elementos que fazem a gente vencer dia a dia por que ninguém triunfa sozinho nessa busca. ⠀
    A CrossFit Floripa é um lar pra mim, me proporcionou tudo que eu almejava e sou grata, o CrossFit muda a minha vida todos os dias.”

    Luciana Marinho⠀
  • “Vim para Florianópolis em 2011 para trabalhar e há muito tempo procurava atividades que me proporcionassem qualidade de vida. Fiz pilates no início e também um pouco de academia, mas não estava satisfeito. Tinha um histórico de muitos anos de jiu-jitsu, treinos de alta intensidade e competições, mas depois que me graduei faixa preta, em 2006, praticamente não treinei mais. Até que em 2014, por indicação de uma amiga, fui conhecer o CrossFit Floripa. De início me identifiquei com o ambiente amistoso, sem espelhos e logicamente com a qualidade e intensidade das aulas, o que me lembrava muito os tempos da luta. De lá pra cá não larguei mais, tive a oportunidade de treinar em diversos box pelo mundo (Orlando, Dubai, Berlim, Buenos Aires, Bucareste e Madrid), além de tantos outros pelo Brasil, e uma coisa posso afirmar, o nível técnico e senso de comunidade do CrossFit Floripa certamente estão no topo. Atualmente treino com minha esposa e deixo as duas filhas pequenas no espaço kids, sendo este também um ponto diferencial na qualidade do atendimento que proporcionam. Obrigado, CrossFit Floripa, por nos permitir esses momentos, saúde e disposição para enfrentar as vicissitudes do dia a dia.”

    Augusto Porto de Moura
  • “O ano era 2015 e eu não sabia a consequência que aquele primeiro passo traria para minha vida. Estava com o maior peso que meu corpo já teve, com impacto direto na saúde… Enxaquecas diárias dores de estômago e no joelho… Meu marido, e grande incentivador @leandro.setubal me “arrastou” para a primeira aula na @crossfitfloripa 📦! NUNCA MAIS SAÍ! E outros “nuncas” também surgiram: Nunca mais tive enxaqueca! Nunca mais tive crise no estômago, nunca mais senti dores no joelho e nunca mais tomei remédios contínuos! Além dos “nuncas” conquistados, vimos nessa modalidade o verdadeiro espírito de comunidade, de aceitação, de parceria e dos limites do próprio corpo (o box que você escolhe para treinar e as amizades que você faz no caminho, fazem toda diferença nessa questão 🙏🏻). Hoje, com 20kg a menos, o dia começa muito melhor depois da aula das 7a.m (que já foi as 21hrs, e as 20hrs – que saudade galera! 🥰) juntinho dos maiores amores da minha vida: meu filho e meu marido! Obrigada”

    Debora
  • “O ano era 2016 e eu já estava praticando musculação havia 6 meses. Logo comecei a ver os benefícios que a atividade física constante nós traz. Minha esposa, @rafaelaboeing, sempre me questionava “Vamos conhecer o CrossFit?” E eu nunca a levava a sério, pois já estava confortável onde eu estava, porém em Fev/Mar de 2016 recebi a notícia dela, “Estou indo amanhã fazer minha aula experimental de CrossFit”, sem pensar muito, respondi: “vou junto!”. Minha primeira aula foi uma grande derrota, um AMRAP de burpees, WB, KB Swing e corrida, não via a hora do time cap terminar. Desde então iniciei o CrossFit e não parei mais, evoluindo a cada aula com as dicas dos Coaches e muitas vezes dos colegas mais experientes. No início eram nomes estranhos e movimentos diferentes do que eu estava acostumado a fazer, mas a ansiedade para aprender e executar os movimentos era tanta que já me matriculei para todos os dias. O tempo foi passando e as aulas deixaram de serem apenas aulas, se transformando numa confraternização com as novas amizades criadas. Os encontros com os colegas deixaram de ser apenas na CFF, passaram a ser jantares, festas, viagens, etc. O bem-estar sentido durante e após as aulas se mantém até hoje. Posso dizer que a CFF mudou 100% minha vida, me fez evoluir fisicamente, e foi a principal responsável pela vontade de mudança dos meus hábitos alimentares e buscar um acompanhamento com um nutricionista (@Briancordeiro). A CFF me fez gostar de um esporte a ponto de treinar 6x na semana por puro prazer e alegria a cada som final do apito!”

    Bernardo Graboski Perin
  • “Antes de entrar pro CrossFit eu sempre buscava um estilo de vida mais saudável, mas não conseguia manter isso por muito tempo e logo desistia. Eu não gostava, não tinha disciplina, e nunnnnca fazia dieta. Acho que eu queria um milagre 😂
    Foi quando eu conheci a Isa , e ela me carregou pro CrossFit .
    Nos matriculamos e foi ainda melhor com o incentivo dela.
    Mesmo quando eu não queria acordar, ela batia na minha porta e me carregava.
    Confesso aqui que não “botava” fé na minha pessoa e nem na minha disciplina.
    No começo não sabíamos nenhum movimento, e ríamos, porque achávamos que nunca iríamos conseguir. A Cada dia e a cada treino descobríamos mais sobre nossas vidas e nossa capacidade. Quando eu fui pra CFF, eu vi que eu podia mais e mais. O clima de união, a energia dos coaches, a paciência, e a delicadeza de nos ensinar me fizeram ter amor, de não faltar um dia, logo eu, que odiava treinar 🤦🏻‍♀️
    Competir consigo mesmo e ultrapassar as próprias expectativas é indescritível.
    Tudo isso me trouxe motivação para continuar. O resultado veio rápido, e a minha vida mudou, sou uma pessoa muito mais ativa.
    O CrossFit hoje virou um grande catalizador de mudança na minha vida e a CFF me proporciona tudo isso. Todas as manhãs, a melhor hora do dia.”

    Francieli Rinaldi
  • Antes da CrossFit Floripa na minha vida, praticar atividade física era um saco, fazia academia esporadicamente, sofria só de pensar em ir, mas como eu gosto muito da prática de exercício acabava indo. Sempre passava pela CrossFit Floripa do meu trabalho até minha casa e tinha uma curiosidade de experimentar, então decidi ir em uma aula experimentar e eu AMEI,  todos os dias fazendo coisas diferentes, movimentos bonitos de se ver, as pessoas te incentivando mesmo sendo iniciante e querendo que você evolua. Eu vi ali um combo cheio de oportunidade para explorar o meu fitness, até onde meu cardio vai, flexibilidade, ginástico, levantamento olímpico entre outros e quando vi já estava competindo, querendo me testar mais ainda, fazendo mudar minha alimentação e me importar mais com minha saúde. Hoje sou grata demais com o que a CrossFit Floripa me proporcionou e anda proporcionando, realmente uma comunidade inacreditável que me fez fazer amigos e compartilhar os meus momentos mais incríveis. Para mim, todo mundo deveria praticar CrossFit, além de salvar vidas, te tira do sedentarismo e seu dia nunca mais será o mesmo.

    Amanda Fusuma
  • “Após passar quase dez anos como atleta agonista de tênis e competindo todos os meses em torneios, aprendi a conviver com o desafio. Essa convivência, nos primeiros anos muito difícil, foi evoluindo e acordando inconscientemente uma forte índole de competidor que mais tarde se revelou vital. Uma lesão crônica no ombro (por insuficiência de mobilidade) e o consequente afastamento do tênis, marcaram um corte histórico na minha vida; porém nunca mais pude re-adormecer aquela índole de competidor e entrei na musculação participando de algumas poucas competições. Ao terminar a última competição, comentei com o nutricionista (braian cordeiro, que me acompanhava na época), que não estava satisfeito e não queria mais continuar com esse esporte. De resposta, Braian comentou: “vai fazer uma aula experimental na @crossfitforipa que acho que é mais a tua cara..” Nada de mais acertado! Em outubro 2014 tinha feito as aulas de fundamentos e já treinava diariamente. Em dezembro fui convidado a treinar na equipe performance e passei por várias competições. Crossfit e seus mil desafios diários, como esporte, não apenas me “salvou” alimentando minha índole de competidor, como também me ajudou a melhorar minhas dificuldades quanto à mobilidade e consciência corporal. Hoje com toda certeza (e apesar do pensamento comum) posso dizer que Crossfit é o esporte onde menos me lesionei e ao mesmo tempo mais me desafiou! Grazie! @crossfitfloripa 👊🏼“

    Max Fornaciari
  • “Conheci o Crosfit, e a CFF, há 4 anos, através de um amigo querido, professor de musculação na academia onde eu treinava antes. Desde então, o Cross se tornou a melhor hora do meu dia. Não se trata apenas de ter uma atividade física: na CFF conheci profissionais incríveis e fiz amizades maravilhosas – pessoas completamente diferentes de mim e que, não fosse pelo Cross, e pela CFF, eu nunca teria tido a imensa felicidade de tê-las conhecido. Não se trata apenas de ter uma atividade física: o Cross é a minha terapia: controlada minha ansiedade, melhora o meu humor. E tenho uma meta: hoje, com 50 anos, quero chegar aos 70 fazendo Cross – na CFF.”

    Aurélio Naujorks
  • Minha rotina profissional faz com que eu passe entre 8 a 12 horas por dia sentado, sem realizar qualquer outro esforço físico durante esse período. Certamente sinto falta de movimentar-me. Felizmente, sempre gostei e pratiquei esportes no tempo livre. Futebol, musculação, jiu-jitsu e muay thai. Comecei o CrossFit treinando apenas 2 a 3 vezes por semana. Aquele 1 mês inicial foi transformando-se em 2, 3, 6 meses. A cada dia que passava esse esporte me atraia mais, e acabei abandonando as artes marciais para focar no CrossFit. Um movimento novo aprendido significava uma vitória pessoal bastante prazerosa. Eram desafios diários a serem vencidos. Como se isso já não bastasse, na CFF todo o aprendizado vinha acompanhado da melhor parte: novas amizades, risadas, incentivos, festas e parcerias. Todo esse ambiente de boa vibe, diversão e o fato de querer melhorar a cada dia, fez-me sentir vontade de dedicar-me ainda mais aos treinos. Como a base para buscar um bom rendimento no esporte começa pela alimentação, pela primeira vez na vida, fui visitar um nutricionista. O escolhido foi o @nutguirosa, também praticante do esporte, e o qual me acompanha até hoje. A diversão nos treinos (e resenhas pós treinos) faz com que você queira treinar todos os dias, e dedicar-se o máximo possível. Os treinos na CFF mudaram minha vida e tornaram o CrossFit um vício para mim! Por isso eu digo: não! Não é tarde para começar um esporte! Não é tarde para dedicar-se e mudar sua rotina e sua vida! Não é tarde para ser ainda mais feliz! Obrigado a todos os coaches e amigos me acompanharam até aqui, que me incentivaram e que tornam meus dias ainda melhores! Obrigado @crossfitfloripa!

    Vini
  • “Estou na CFF há alguns anos , uns cinco anos – Na época alguns me desaconselharam de fazer CrossFit por não estar fazendo nenhuma atividade física há anos, mas segui a dica de um amigo da área. Na aula de fundamentos senti uma dificuldade enorme e percebi muitas restrições minhas mesmo assim gostei do desafio e apesar de nos próximos dias mal conseguir mexer os braços terminei essa primeira etapa. O começo não foi fácil para quem estava parado há anos, mas prestava muita atenção na técnica, seguia as dicas dos coach e acima de tudo respeitava os meus limites. Coloquei na cabeça que tinha que dar tempo ao tempo e que se eu ficasse treinando ali o resultado não iria aparecer em 1 mês e sim em anos. Pouco a pouco fui mudando a minha vida e o CrossFit era algo que me incentivava a fazer isso assim como algo que também me exigia isso. Acho que nenhuma mudança drástica demais é duradoura e por isso fui mudando aos poucos. Depois de um tempo já treinando comecei a namorar a Fernanda (que hoje é minha esposa), na verdade acho que nem estava namorando ainda, mas como já respirava um pouco de CrossFit convidei para treinar comigo . Ter uma parceira de treino e vida deu um incentivo ainda maior. Como falam: “Casal que treina junto fica junto”… Hoje o CrossFit não é só um lugar para treino. Naqueles momentos em que a cabeça está cheia de preocupações do cotidiano ele também me ajuda a desligar. Isso sem contar as amizades e os momentos de descontração. Acho que a melhor contribuição com esse relato é de que escutem o seu corpo para entender os seus limites – claro que tens que superar eles, mas de maneira responsável e consciente – e deem tempo ao tempo”.

    Rodrigo Rebelo Cruz
  • “Em Setembro de 2014 resolvi que precisava fazer alguma coisa a respeito de meu excesso de peso. Há mais de 8 anos que não praticava nenhum esporte e nem exercícios regulares. Precisava de algo desafiador e inovador que me tirasse da inércia e me mantivesse interessado o suficiente para atingir o objetivo inicial, a redução de pelo menos 30 Kg. Foi quando tomei conhecimento do Box CrossFit Floripa. Em Janeiro de 2015, pesando 148,5 kg, iniciei a primeira das seis aulas de fundamentos. No início, precisava adaptar praticamente todos os exercícios. Após 5 meses, eu já havia reduzido 11 kg e as adaptações estavam cada vez menores. Neste ponto, o fato de ter escolhido o CrossFit foi crucial. Justamente por ser uma atividade realizada em grupo, apesar de individual nos exercícios, a dinâmica das atividades, a camaradagem do pessoal no box, o acompanhamento constante dos profissionais durante todas as aulas me incentivaram a continuar praticando a atividade. Eu realmente achei a atividade ideal para mim. Refiz os exames de sangue, a pedido do meu cardiologista. Tive uma excelente melhora de todos os índices. O mais importante é que não pensei em parar de praticar exercícios e mudei radicalmente a forma de me alimentar. Além de reduzir em 30 Kg o peso inicial, melhorei bastante minha saúde em geral. Como resultado da obesidade, descobri que seria necessária uma cirurgia no joelho direito. Feita a cirurgia, em pouco mais de 3 meses já estava de volta ao Box. Passados 5 anos, estou com 110kg. 38kg a menos do que quando iniciei, a perda de gordura foi muito maior, pois ganhei bastante massa muscular. Agora a meta aberta é baixar dos 100 kg. CFF é superação e comunidade.”

    Paul Bernard
  • “Sempre fui uma pessoa com problemas de alimentação em 2004 com 13 anos cheguei a desenvolver anorexia e isso deixou vestígios na minha relação com a comida, pois mesmo recuperada fisicamente eu vivia brigando com a balança, contando calorias e inventando desculpas para não sair de casa com amigos, por medo sair da dieta. Isso foi piorando a minha vida social sem eu nem perceber e nesse meio tempo sempre pratiquei, musculação e corrida ambos esportes solitários que não agregavam em nada na minha vida social. Em 2016 conheci a CFF que eu ainda não sabia, mas mudaria totalmente a minha vida e deixar pra trás anos de problemas deixados pela anorexia. O CrossFit com as aulas em grupo, foi trazendo cada vez mais alegria e pessoas maravilhosas para a minha vida, os treinos que antes eu fazia sozinha, agora fazia em grupo e com coaches sempre me ajudando. Aos poucos fui fazendo amizades e recuperando a vida social que eu mesma tinha cortado da minha vida, junto com as calorias. A CFF foi virando uma segunda casa que eu me sentia acolhida e ao mesmo incentivada a sempre dar meu melhor e com a diferença dos treinos puxados, meu corpo foi mudando e as dietas loucas não me deixavam treinar como eu gostaria. Foi ai que com ajuda do meu nutri @braiancordeiro eu consegui fazer, finalmente, as pazes com a comida, eu escolhi me alimentar melhor para treinar melhor, não era mais obrigação comer saudável, virou algo tão prazeroso quanto os treinos. Hoje o que eu mais faço é sair para comer com meus amigos da CFF, algo que há 4 anos eu jamais imaginava ser possível e só se tornou realidade graças ao esporte e a comunidade que a CFF me apresentou”.

    Rafaela Boeing
  • “Coaches, gostaria de compartilhar algo com vocês e fazer um agradecimento pessoal. Acredito que não saibam, porque sou bem fechado em relação a isso, mas ontem completou um ano que meu pai faleceu. Na época, eu havia voltado para minha cidade para acompanhá-lo numa cirurgia cardíaca e por duas semanas de pós operatório complicado, e por ser estudante de medicina, me permitiram ficar ali acompanhando os médicos e a situação dele, até o seu falecimento na noite de páscoa. Estou compartilhando esta fase da minha vida com vocês, porque sem saberem fizeram uma enorme diferença no que viria depois. Voltei para Floripa duas semanas após o falecimento do meu pai e me fechei em um casulo. Me isolei de tudo e de todos. Pouco depois de tudo isso conheci o box e vocês. E tudo que eu fazia era treinar, lutar, comer e dormir. Só que lá na CFF quando eu me matava para tentar me sentir melhor, eu era também cada vez mais incentivado e acolhido por vocês coaches. Em pouco tempo todos me conheciam e eram muito amigos comigo, por influência de vocês, com o incentivo e amizade que mostravam por mim. E cara, eu estou tentando colocar isso em palavras agora, mas não vou chegar à descrição que eu procuro para dizer o quanto isso foi importante para eu recomeçar a vida. Acho que são momentos como estes que conhecemos o coração das pessoas, e vocês são incríveis nesse sentido. Hoje procuro dar o máximo, por ele, e como retribuição a vocês. Vesti a camisa da CFF e fiz bons amigos, espero ter transmitido o motivo do meu grande respeito por vocês coaches, e que continuem sendo assim, como meu pai, pessoas de grande coração. Obrigado.”

    Alexandre Esperidião
  • “Oi! Eu sou a Patricia, mas pode me chamar de Pati. Tenho 31 anos, sou engenheira e… faço CrossFit 😛 Embora logo venha na cabeça a memória do inesquecível meme do Rocky Balboa crossfiteiro, que sabiamente nos ensina que “pra bombar tenx que poxtar”, a verdade é que fazer CrossFit já se tornou uma parte indissociável de mim. Sou uma pessoa bastante ativa, daquela que acorda cedo, já ligada no 220V ⚡ Sempre fiz exercícios, mas havia chegado numa fase em que estava desestimulada. As atividades físicas que fazia estavam tornando-se mais uma obrigação do que me trazendo o prazer que sempre tive em me exercitar. Foi aí que resolvi fazer uma aula de CrossFit. Conheci a CFF e lá se vão dois anos de amor pelo esporte e pelos laços afetivos maravilhosos que construímos no box. O CrossFit me desafia e todos os dias me dá uma lição de humildade e paciência. Na CFF eu aprendo não só as técnicas dos movimentos, mas também a entender que as conquistas são construídas em um processo de pequenas vitórias e evoluções diárias e que com dedicação e força de vontade os resultados sempre chegam! Gostaria que todos pudessem experimentar a sensação maravilhosa que é cuidar da saúde do corpo e da mente de um jeito tão gostoso e divertido como é fazendo CrossFit ♥♂️ Coisa boa a gente tem que espalhar! Por isso, eu não canso de recomendar a todos que conheçam o esporte, e se puderem, que o façam na nossa segunda casinha, a @crossfitfloripa, que há anos vem construindo uma história linda de mudar vidas, cheia de profissionalismo e boas energias ✨🖤☠”

    Patricia Orsi
  • “Eu amo esportes em geral. Na infância e adolescência pratiquei alguns (coletivos e individuais), mas apenas dois a nível competitivo (amador é claro), karatê e natação. Mas a vida tem curvas, algumas bem sinuosas e pouco antes do ingresso na universidade vieram outras responsabilidades e tive que parar. Os anos foram passando e entre idas e vindas muito esporádicas, tentei academia, mas não era a minha praia. Em 2014, quando vim morar em Floripa e decidi que era hora de deixar o sedentarismo, conheci o crossfit e me apaixonei pelo esporte, ainda em outro Box. Em 2016, precisei fazer uma cirurgia no ombro e a CFF me recebeu de braços abertos desde o pré-operatório. Liberado pra retornar aos treinos precisei voltar pra base e todo o profissionalismo e know how dos coachs da CFF fizeram e fazem a diferença nos meus treinos e mesmo com todas as minhas dificuldades e limitações sinto a evolução, embora a ginástica continue sendo um grande desafio pra mim (Ô troço difícil… hehehe).⠀
    Encontrei no crossfit não só um esporte de alta intensidade (como eu queria), mas um estilo saudável de vida e uma parte importante da minha rotina diária. Aquelas duas horinhas no fim do dia são sagradas e muito esperadas. O que diferencia o crossfit de outros esportes não é só o aprendizado das técnicas das diversas habilidades (LPO, ginástica e condicionamento físico). A proposta é mais ampla, ele te convida a desenvolver outras habilidades implicitas, como resiliência, foco e espírito de equipe. É isso que faz a nossa comunidade tão forte. Só tenho a agradecer aos coachs e staffs da CFF pelo profissionalismo e carinho com que trata a todos. Vocês são fantásticos!”⠀

    Wendell Farias
  • “E lá se vão quase 8 anos… Nesses anos todos fiz minha família e amigos do interior não me aguentarem mais eu falar sobre o Cross. Foram também muitas histórias que aconteceram; participei de diversos campeonatos dentro e fora do box. Vivi as melhores confraternizações e festas. Até treino adaptado me passaram quando me recuperava de dois dedos do pé quebrados… Não. Não me machuquei no Cross (maldita porta do guarda roupa). Também não deixei de treinar!
    Mas, no meio de tudo isso, alguns anos atrás, não escapei do mal do século e tive uma depressão fortíssima. A CFF foi fundamental na minha superação dessa fase. Estar nesse ambiente, rodeada de amigos que fiz durante todos esses anos e contar com os coachs, que sabiam desse meu momento, com certeza fez com que A MELHOR Hora do Dia me ajudasse a sair disso. Era naqueles 60 min do dia, fazendo meus amados exercícios de força, aumentando cada PR com aquelas palavras e abraços que eu recebia que eu me emocionava e melhorava. Serei eternamente grata, pois o que eu procurava quando vim lá do interior, que era ter um ambiente familiar e de amigos, encontrei na CFF. Acredito que esse ambiente de comunidade e de sempre nos ajudarmos é o que me faz permanecer. São tantas pessoas especiais que conheci aqui, que fazem parte da minha vida… Isso não tem preço. Obrigada por tantos anos, equipe CFF. Ainda bem que não saí lá em 2012 neh? hehehe!

    Até hoje sou bem conhecida pelos meus “migués” nos treinos e sigo confundindo AMRAP, EMOM e o famoso windmills. Muitas vezes vou entendendo o WOD quando ele já tá rolando mesmo. kkkk mas tá tudo certo. O que me deixa feliz é ter nossa comunidade tão unida, mantendo essas relações interpessoais fortes e sendo fundamentais, nos tempos de hoje, para a nossa saúde mental também!”

    Luanda
  • “Estava cansada da musculação, que fazia há 5 anos. Já não via resultados, além de não curtir treinar sozinha. Em 2013, meu filho, participou de um workshop da CrossFit Floripa. Chegou em casa dizendo que encontrou uma atividade física que era a minha cara. Falou que o Jonas, parecia ser muito capacitado. Que foi coach na Nova Zelândia, onde morou por 10 anos. No outro dia fui fazer minha matrícula e iniciar as aulas de fundamentos. Me apaixonei porque tinha ginástica olímpica, levantamento de peso, e movimentos funcionais. E o melhor de tudo é que todos os dias era uma aula diferente com desafios diferentes. Lembro do primeiro Open em 2014, tinha um WOD que precisava fazer 10 OHS, e acho que fiz uns 30 pra conseguir quebrar o paralelo.⠀
    Hoje com quase 59 anos, posso dizer que o CrossFit me trouxe energia, vitalidade, força, condicionamento cardio pulmonar, saúde (ainda não faço uso de nenhum medicamento) e principalmente muitos amigos.⠀É uma comunidade sem frescura, com muita generosidade, companheirismo, alegria e muita festa ( só na minha casa foram várias). Os coaches são os melhores. É na CrossFit Floripa que você encontra o mestre de todos. Aquele que só evolui, e amplia o atendimento a todas as pessoas. Aquele que treinou a maioria dos donos de box da grande Florianópolis. E com toda sua capacitação conseguiu contratar a melhor equipe de treinadores. Só tenho a agradecer. CrossFit Floripa, minha melhor hora do dia”.

    Teresinha Orssatto
  • “O CrossFit entrou na minha vida de repente. Em uma propaganda de um letreiro um dia me chamou a atenção e entrei pra conhecer o Box. Para a minha surpresa o proprietário e Coach era o Jonas, filho do primo do meu sogro. Daí, tudo em casa! E não é que comecei a gostar desse negócio. Na época treinava às 7 horas da manhã três vezes por semana, as crianças iam pra escola com meu marido e eu para o box treinar para depois trabalhar. Tudo começou a mudar, minha disposição para aguentar o dia trabalhando, cuidando da casa, das crianças aquela rotina que toda mulher que é mãe, esposa e ainda trabalha fora sabe o que estou falando. Comecei a me apaixonar de verdade pelo CrossFit que a primeira coisa que fazia e faço até hoje quando acordo é olhar o WOD do dia. Que vício bom! Percebi que três vezes não eram suficiente e que não estava rendendo nos treinos, pois não me alimentava bem. Foi daí que procurei uma nutricionista e juntando alimentação saudável e 5x na semana de CrossFit que meu corpo mudou completamente. Há 5 anos tinha 26% de gordura hoje tenho 14%. Adoro a energia dos treinos, as risadas, as tretas, o barulho de largar a barra lá de cima, da contagem regressiva antes do WOD, das amizades que o CrossFit me deu, de superar meus medos, de saber que eu posso mais do que eu penso, da sensação boa dessa hora que a dedicação é total a você. Só tenho a agradecer a toda a equipe da CrossFit Floripa, e em especial ao Coach Jonas. Quero dizer que são os treinos diários na quarentena que estão me fazendo resistir ao que estamos passando. Que bom poder saber que vocês cuidam e se importam com a gente mesmo estando longe. Amo vocês família!”

    Vanessa Gimenez
  • Sempre fui de me exercitar, fiz musculação desde novo, mas conheci o Crossfit por acaso. Um vizinho convidou para ver um campeonato que estava acontecendo perto de casa.

    Chegando lá encontro um box cheio de pessoas, algumas competindo, várias pessoas torcendo, e o que mais me chamou a atenção foi “vibe” a união, todos torcendo e vibrando por todos, os próprios competidores torcendo pelo “adversário”, é algo que realmente só vi neste esporte. Hoje com pouco mais de 3 anos de Crossfit Floripa, fiz amigos sinceros, que estarão presentes ao longo da vida! Fica fácil entender o significado de família, quando se faz parte de um box de Crossfit, e é uma grande satisfação pra mim, fazer parte da Família Crossfit Floripa.

    Mário Ceccon
  • “Sempre fiz academia, mas desde 2014 venho treinando CrossFit e confesso que me identifiquei muito pelo fato de ser uma modalidade mais ativa que a musculação. Com 21 anos passei por um momento difícil na minha vida, onde tive que parar de fazer musculação, para cuidar da minha saúde e me curar de um câncer. Foi um período muito complicado, no qual não podia fazer atividades físicas (algo que eu amo), devido a minha imunidade (baixa), mas logo que me curei voltei a fazer academia. Com o passar do tempo já não estava mais achando motivação para continuar treinando. Foi quando descobri que a #CFF iria se mudar e abrir na SC-401. Foi quando, logo na primeira turma eu me matriculei sem nem ter feito aula experimental. E por coincidência, naquele mesmo dia já pude fazer a primeira aula de fundamentos. E de lá pra cá, não larguei mais.⠀
    Por um longo período fiquei fazendo treinos adaptados, tanto de movimentos ginásticos quanto de cargas (sempre achei os movimento ginásticos bem difíceis de executar) mas a palavra “desistir” nunca esteve no meu vocabulário, e então com muita dedicação e determinação, o resultado foi vindo. E cada conquista, deve ser comemorada. Pois só quem vive isso, sabe o quanto é valioso, quando consegue executar um movimento ou até mesmo bater um PR.⠀Enfim, graças a CFF pude conhecer esta modalidade que tanto me identifiquei e que hoje não vivo sem. Não abro mão das duas horas diárias. ⠀
    Ah, sem contar com a equipe de coaches e Staffs que eu tanto admiro! Vocês são os melhores, parabéns! Vocês fazem da nossa comunidade a melhor e mais unida de todas”⠀

    Priscila Duarte
  • Desde que iniciei no CrossFit priorizei focar na saúde, pois minha genética para atleta não permitia tal objetivo, mas nem por isso deixei de participar dos torneios e desafios internos organizados pela CrossFit Floripa e o Open organizado pela CrossFit. Já tive 70kg logo que iniciei no CrossFit, fui aos 100kg e há 2 anos mantenho o peso ideal de 78kg. Para chegar no ideal apenas deixei de treinar 3 vezes/semana para começar a treinar no minimo 5 vezes/semana incluindo uma corridinha. Falando em corrida… foi começando no CrossFit que nasceu minha paixão por corrida. E hoje mais do que tudo, meu dia não é o mesmo se não faço o WOD do dia, pois quando realizo o treino minha mente foca somente nisso, esquecendo da rotina pesada do dia-a-dia… e após o WOD a disposição fica a mil para encarar meus compromissos. E para finalizar, recomendo qualquer pessoa a fazer CrossFit e encarar esse tsunami de doenças crônicas, sempre adaptável a sua realidade sem risco de lesões.

    Márcio Wagner, aluno da CrossFit Floripa desde 2012.
  • Acreditem ou não eu já fiz parte da turma do “CrossFit machuca”. Magrelo, corredor, meu único contato com outro esporte tinha sido jiu-jitsu na infância. Eu conheci o CrossFit naquele boom das academias e, consequentemente, das lesões, dos artigos científicos condenando o treinamento intervalado de alta intensidade, da reação contra dos médicos e fisioterapeutas super conservadores. De cara eu comprei essa ideia.
    Acontece que eu pessoalmente ainda não tinha experimentado o CrossFit e estava fazendo da experiência negativa de outras pessoas um bloqueio pra mim.

    E mais, no fundo eu percebi que muito daquele preconceito era pura desculpa e não passava de medo. Não o medo das lesões, mas de experimentar algo novo. Medo de ser iniciante em um esporte completamente diferente de tudo que eu já tinha feito até então, de ter que começar do zero.
    Mais do que dar uma chance pro CrossFit eu resolvi dar uma chance pra mim mesmo.

    Eu lembro como se fosse hoje do frio na barriga das primeiras aulas, o receio de fazer alguma coisa errada, as limitações, os treinos adaptados, a angústia por não lembrar o nome de todos os movimentos, mas acima de tudo a vontade de evoluir.
    Quem diria? Eu estava no lugar certo! Nunca me senti tão desafiado e tão motivado ao mesmo tempo. Em pouco tempo veio o primeiro campeonato e todas as emoções envolvidas. Foi um caminho sem volta! Daí o Open, os PR’s, o primeiro Muscle Up, o gostinho de quero mais! O CrossFit mudou a minha forma de pensar e me relacionar com o esporte. Meu corpo mudou, minha mente mudou.

    O fato é que estamos sempre aprendendo, encarar o processo e as vezes dar alguns passos para trás faz parte do pacote. Eu “paguei pra ver” e não me arrependo. Sou muito grato a família CFF com quem aprendi muito e continuo aprendendo todos os dias. Continuamos no processo!

    Gustavo Wolf
  • Do medo da aula experimental ao pódio do Interno, confira esse depoimento. “Ainda bem que entramos e ficamos! Essa é a conclusão que hoje temos depois que resolvemos fazer nossa aula experimental no melhor box de CrossFit. Digo isso porque eu e meu marido estávamos em busca de uma atividade física que realmente nos motivasse; que fizesse com que desenvolvêssemos o hábito de efetivamente praticá-la, já que, por questões de saúde, precisávamos definitivamente “mudar nossas vidas”. Fui cheia de receio, afinal, como que eu com tendinite, bursite e etc (e bem sedentariazinha) ia dar conta de fazer aqueles movimentos super difíceis e mega pesados!? Mas, tudo bem, vamos lá né, eu pensei!! Chegamos no estacionamento do box uns minutinhos antes da nossa aula: e foi o suficiente p desespero bater, foi então que meu marido já começou a falar “Garota, olha o que que vc foi me arrumar”…comecei a rir e já emendei ”ai, vamos embora, vamos… E ele retrucou: “agora não vamos embora nada, estamos aqui, vamos entrar e fazer a aula. Fomos super bem recebidos!! Hoje rimos desse episódio e temos certeza q foi uma excelente escolha que fizemos para nossa saúde e qualidade de vida!! Os coaches sempre foram extremamente atenciosos conosco e tiveram bastante paciência (e ainda têm..rsrs), além de serem excelentes em nos passar os movimentos e adaptá-los sempre que necessário!! Ah, e nenhuma das minhas “ites” foram impedimentos ou restaram agravadas por causa da atividade, muito pelo contrário, hoje quase nem as sinto! E o prazer em ir treinar nos acompanha durante todo esse tempo e podemos afirmar com muita certeza que o crossfit mudou nossas vidas. Foi por isso que na sequência mais gente da família nos acompanhou!! Conclusão disso tudo: CrossFit Floripa realmente Mudando Vidas; melhor box!! O CrossFit é p todos! E ainda bem que entramos e ficamos!”

    Luana Joca
  • O que foi ter conhecido e experimentado o Cross? Mudança de hábito, mudança de vida. Iniciei porque minha amiga Lili (obrigada minha linda) insistiu por quase um ano, confesso que fiz a aula experimental porque não aguentava mais ela insistir. E deu certo, gostei muito, porém achei difícil e desanimei quando vi que não conseguia fazer movimentos básicos. Mesmo assim, comecei a frequentar o box uma vez por semana, depois parava, voltava e assim se passaram alguns meses. E o tempo foi passando e depois já eram 2 vezes por semana, 3 vezes, e o corpo começou a ir sozinho para o box, não sei como ou quando mas a chave virou e começou a existir tempo para mim, veio me visitar a disposição, comecei a dormir e me sentir melhor, a saúde estabilizou, mudanças no corpo também aconteceram, mas foram mudanças mais profundas que tem feito refletir e pelo qual conversei com o tio Jonas. Agora desafios podem vir e os medos estão se dissipando. Só posso agradecer o tio Jonas e toda sua equipe, assim como a todas as pessoas que conheci nesta comunidade pelo incentivo e carinho. Para finalizar gostaria de comentar cinco coisas que aprendi na CFF nestes meses de treino: 1. Meu treino de hoje, foi melhor que ontem porque vim treinar, sai do sofá, 2. Adaptações são necessárias, elas fazem parte do meu treino, mas um dia chego lá, não desanime; 3. Cuidar das minhas dores é importante (Obrigada Cauê pela ajuda); 4.Cross não tem idade; 5. Toda melhora é consequência da persistência. No final parece natural, quem não sabe do caminho pode pensar que você já sabia desde o início. E a pergunta que faço no final do dia é: qual será o desafio de amanhã? Agora fico na expectativa. Obrigada CrossFit Floripa pelo carinho, acompanhamento. Parabéns pelo trabalho social que vocês realizam dentro e fora da CFF.

    Patrícia Ortega
  • Queria dizer que em 2019 a melhor coisa que aconteceu foi ter começado o CrossFit, e principalmente na CFF, que tem uma comunidade incrível e acolhedora graças a ti (@coach__jonas) e a Fê! Pra CFF em si, só tenho elogios, toda a tua equipe é incrível e sem eles o CrossFit com certeza não seria tão bom. A modalidade em si, Meu Deus, me fez abrir a cabeça em tantos sentidos que foi além da saúde física. Coisas bobas, como por exemplo, ter aprendido a parada de mão contigo, ou conseguir levantar um peso muito além do que eu achava que conseguia graças ao Cauê (@coachcaueraminelli) que pegou tantas vezes no meu pé 😂, entre tantos outros exemplos, me deu um gás pra acreditar mais em mim, perder medos, confiar no outro, ter paciência com o processo, vibrar com a conquista do outro, etc… coisas básicas que a gente tenta praticar todos os dias mas, muitas vezes esquece, e que o CrossFit faz aflorar. Além de todos os outros benefícios pra saúde que eu prezo tanto no meu dia dia e na minha (futura) profissão de nutri. Então, parabéns pelo box e pela comunidade que vocês criaram, de verdade! Muitas vezes na vida a gente esquece de elogiar, parece mais fácil julgar do que admirar, mais fácil falar mal do que reconhecer o que é bom, então acho importante enaltecer o que é bonito, o que vale a pena ser elogiado, por isso quis te mandar essa mensagem. E sério, ter aprendido a parada de mão foi super importante e sensacional pra mim, obrigada!

    Patricia Moura
  • Me sentia uma sedentária sem poder melhorar das dores e limitações físicas da degeneração óssea.
    Através de um convite de uma aluna do box, fui conhecer a modalidade. Mesmo com a proibição do meu ortopedista, pois tenho doença degenerativa nos braços, quadril, joelho e pés ainda assim resolvi iniciar.
    Na CrossFit Floripa vi uma oportunidade de mudar minha realidade e de aprender movimentos simples como sentar, pular, pegar coisas do chão, erguer coisas isso tudo de forma correta, segura e supervisionada.
    Agora me sinto grata primeiramente as pessoas que fazem parte da estrutura do BOX, aos colegas que sempre estão de bom humor e me sinto muito acolhida e em família.
    Quanto aos ganhos meu corpo ele está se fortalecendo , poder lavar meus pés sem malabarismo, poder esfregar minhas costas sem artifícios de escovas, pentear cabelo e escovar os dentes “sem dor”, isso não tem preço.
    Percebo nitidamente a cada dia o progresso rumo a um corpo mais flexível e forte. Recomendo a todos e não só isso, vejo potencial incrível neste formato de CrossFit para Master”.

    Silvana Comin, aluna Master
  • “Esta academia era um lugar que eu jamais pensei que entraria na minha vida e foi nesta academia, que descobri que meu corpo está vivo e que precisava de estímulos pra que pudesse viver essa experiência e todos os desafios que viessem. Está sendo muito bom, ter mais energia, disposição no dia a dia. Eu não sou sedentária porque pratico há muitos anos canoagem havaiana , mas o crossfit veio melhorar ainda mais pequenos desconfortos que a idade trás.Eu fui conhecer motivada pela Lizandra , aluna da academia, que me contou do projeto.As aulas são muito gostosas e divertidas. Parabéns pela iniciativa. Sinto-me viva , mais otimista diante da vida”.

    Vera Regina Moreira
  • Enquanto sedentária, meus joelhos reclamavam todos os dias. Quando cogitei em começar fazer crossfit porque todos me diziam que eu era maluca, pois pioraria a situação de meus joelhos com os exercícios “forçados”. No primeiro dia, expliquei ao treinador Jonas e ele me disse que sim, seria possível fortalecer a musculatura das pernas para aliviar os joelhos. Os primeiros dias não foram fáceis, pois seguia com dores. Hoje, após três meses de treinamento (3x por semana), sinto-me renovada, fortalecida e continuo no salto alto!  Para melhorar, além de mudar minha saúde física, conheci pessoas excepcionais!

    #crossfitefamília #crossfitevida

    Obrigada Jonas, pela paciência e dedicação no que faz! Exemplo de superação!

    Libercia Zanoni
  • CrossFit na minha idade?! Jamais passou pela cabeça tal modalidade… Graças ao Coach Jonas tive a oportunidade de conhecer, praticar e tirar proveito.⠀
    Vinha resistindo pra começar devido a problemas na coluna, dores nas articulações que limitavam meus movimentos. Atividades como secar o cabelo, colocar a roupa no varal, pegar coisas do chão, dirigir e até mesmo colocar o cinto de segurança, eram atividades de muita dificuldade pra mim. Hoje, graças a competência e profissionalismo de todos da CrossFit Floripa já me considero outra mulher. As tarefas que antes tinha dificuldade, já consigo executar normalmente, sem falar na qualidade do sono. Ambiente limpo e descontraído, dou também boas risadas.⠀
    Aqui descobrir que posso envelhecer preservando minha mobilidade e com mais qualidade de vida.⠀
    Obrigada Coach Jonas pela paciência, persistência e supervisão!⠀

    Sônia Coelho – Aluna do CFF Master
  • Ao longo dos últimos anos, estou com 68, foram muito os momentos que me senti impossibilitado de realizar ações simples, tais como calçar sapato/meia, ficar em pé por mais de 40,50 minutos, caminhar algumas quadras, pegar alguma coisa no chão, levantar peso, mesmo que pequeno. Correr, só em pensar já sentia dores. Dormir era um cochilar, acordar, mudar de posição repetidas vezes. Sou candidato a implante de prótese no quadril a mais de 10 anos.

    Neste período recorri a vários serviços desde quiropraxia, passando por pillates, ortopedia, osteopatia, e suas várias modalidades terapêuticas conseguindo algum alivio das dores mas, por tempo limitado. Fui tocando em frente.

    A dois meses comecei a participar de uma nova modalidade, denominado Crossfit. Inicialmente com certa reserva, tipo, não custa experimentar, já que passei por tantas. Estou surpreso. Neste pequeno espaço de tempo melhorei muito.  Minhas dores se resumem quase que somente àquelas decorrentes dos movimentos, exercícios realizados. As limitações de movimentos reduziram em muito. Me sinto mais ágil, com mais disposição e alegria.

    Destaque especial para equipe técnica, para mim um ponto valiosíssimo pois, além da capacidade técnica a conduta humana, gentil, respeitosa, alegre e cuidadosa, acompanhando e orientando o exercício de cada um, adequando-o quando necessário. Destaco também à estrutura física e localização de fácil acesso dispondo de estacionamento próprio. RECOMENDO.

    Jonas Spricigo
  • É curioso vir falar sobre um esporte quando eu passei boa parte dos anos reclamando de toda e qualquer atividade física. Eu fazia parte da estatística de pessoas que criticava o CrossFit, sem se quer conhecê-lo. Entrei no esporte de forma despretensiosa e apenas para fazer companhia a uma amiga que não estava se adaptando ao novo box. Na época eu não sabia o que era um burpee mas, hoje eu já idealizo o bar muscle up. Eu sinto prazer em vir para as aulas, pois esse é o momento do dia que eu paro para cuidar de mim, do meu corpo e principalmente da minha mente. A CrossFit Floripa vai além de um local de treino, é um local onde eu me sinto acolhida, onde eu ganho qualidade de vida, e graças a competência e paciência dos coaches eu venho conseguindo evoluir a cada dia e essa sensação é ímpar.

    Denyse Guimarães
  • “Faz pouco mais de um ano que comecei neste esporte e me apaixonei! Nunca imaginei uma atividade física que eu tivesse prazer e quisesse fazer cada vez mais e mais! Ainda sou iniciante (principalmente agora kkkk) mas sinto que minha qualidade de vida melhorou muito, força, resistência… enfim, e tenho certeza que muito disso se deve a equipe maravilhosa da CFF @crossfitfloripa que são muito competentes, comprometidos conosco e queridos – é realmente um box diferenciado! E nesse momento especial da minha vida em que vou ter minha segunda filha, está fazendo toda a diferença. Uma gestação tranquila, sem dores e sem ganho de peso exagerado. Recomendo a todos!!”

    Cristina Barbosa
  • ” Após varios anos de sedentarismo e sobrepeso encontrei no CrossFit a motivação que estava faltando.
    Nunca consegui frequentar uma academia periodicamente, mas o CrossFit faz com que eu tenha diariamente a sensação de dever cumprido.

    Hoje tenho claramente corpo e mente modificados, me sinto disposto a completar qualquer tarefa do dia a dia.
    Na CFF encontrei uma equipe de profissionais muito qualificados que me encorajaram a confiar no processo, que para mim continua funcionando muito bem.

    Obrigado a toda família CFF, por me orientar em toda essa mudança em minha vida”.

    Henrique Teixeira

Blog

Contato